Cantor maltês e sua banda são contagiados pelo sucesso de Michel Teló

Felizmente, a febre da música “Ai se eu te pego” passou. Sim, eu detestava essa música. Ela gruda de uma maneira irritante na nossa mente. Mas o sucesso foi tão grande que cruzou fronteiras e fez muito gringo cantar e dançar. Ganhou até versões em diversos idiomas, inglês, hebraico, italiano, polonês, etc. E Michel Teló, que possui um carisma inegável,  passou a fazer shows pelo mundo. Não, ele não esteve por Malta. Mas eu diria que ele perdeu uma boa oportunidade de ter seu show lotado tanto quanto o Isle of MTV. hahahahaha Sério! Pra você não achar que endoidei de vez, dá uma olhada nesse vídeo aí em cima.  Um dos cantores de maior sucesso de Malta, Kurt Calleja (já falei dele por aqui outras vezes) cantou a música e não foi em inglês, muito menos em maltês. Foi em português mesmo. Esse show aconteceu na Euro Village durante o Eurovision 2012 no Azerbaijão.  É muito divertido. Calleja fez até a dancinha. hehehehe Aliás, alguém se habilita para dar umas aulinhas de gingado brasileiro pro moço? hehehehe =P

Anúncios

Show emocionante em Floriana com o tenor maltês Joseph Calleja

Joseph Calleja Malta 2012

 

Dá uma olhada nesse vídeo do Times of Malta com os melhores momentos do show  Joseph Calleja que aconteceu ontem em Floriana. Calleja fez duetos com o italiano Gigi D’Alessio e o irlandês Ronan Keating, além de contar com um lindo e forte coral de 200 crianças. A Orquestra Filarmônica de Malta foi dirigida pelo internacionalmente aclamado maestro Steven Mercurio, que tem colaborado com Calleja em seu novo álbum que é um tributo à estrela da ópera Mario Lanza.

 

Em Malta também tem Corinthians

Em clima de Libertadores, decidi trazer uma curiosidade do mundo futebolístico para o blog. Não, o meu Timão (sim, eu sou maloqueira e sofredora!) nunca jogou em campos malteses. Mas por lá, tem um outro Corinthians fazendo a rede do gol balançar desde 1943. O nome completo do time é Zejtun Corinthians Football Club. O Zejtun é o nome da cidade em Malta, onde o time foi criado. E o Corinthians é em homenagem ao time inglês Corinthian Football Club, o mesmo que inspirou o time paulistano.
Pelo o que li da história do Zejtun, este é um time com muitos altos e baixos. Sobe e desce nas divisões. Teve seus melhores momentos na década de 60 e 80. Na década de 90, caiu para a Terceira Divisão e desde então vem tentando se reerguer. Até que finalmente, retornou à Primeira Divisão do Futebol Maltês nessa temporada 2011/ 2012. Na real, esta é a segunda divisão do futebol maltês, pois a primeira chama-se Maltese Premier League. Para subir para a MPL, o Zebjun tem que conquistar o título de campeão ou de vice da Primeira Divisão. Infelizmente, não foi nessa temporada, pois eles terminaram em quarto lugar. De qualquer forma, falta pouco para chegarem lá. Quem sabe ano que vem, né?!
Pelo visto o “Timão” maltês também faz seus trocedores sofrerem um
bocado por lá. Hehehehe Mas será que eles também são um bando de louco? =]

20120704-180202.jpg

Dicas para curtir o Isle of MTV Malta 2012 hoje à noite

E hoje acontece em Malta uma das festas mais esperadas do ano, a Isle of MTV. Um festival de música gratuito realizado pela MTV. O evento que já está em sua sexta edição e atrai mais de 50 mil pessoas, acontece na praça il Fosos em frente a igreja de Floriana, pertinho do terminal de ônibus de Valletta. As atracões deste ano são: Flo Rida, Nelly Furtado, Will.i.am e Eva Simons.

Durante as semanas que antecederam o evento diversas fan pages no Facebook fizeram promoções para presentear o ganhadores com pares de ingresso para assistir o show de uma área vip. Quem curte a fan page do Bora pra Malta deve ter visto que divulguei por la a promoção da Air Malta e Wall, a Kibon maltesa. Mas quem perdeu essas oportunidades não fique triste, pois ainda dá tempo de tentar descolar ingressos para a área Vip. Uma opção é chegar cedo para tentar ganhar um ingresso na tenda Cornetto Summer of Music que estará aberta a partir das 16h. O Isle of Mtv, hoje, faz parte da programação do Malta Music Week, que está em sua quarta edição. Além do evento da MTV, o Malta Music Week tem agitado a ilha com diversas festas desde o dia 22/06. E não para por aí, depois do shows em Floriana, vai rolar uma festa after hours na Numero Uno. A entrada para essa festa custa 5 euros, mas durante o Isle of MTV a Air Malta estará por lá distribuindo alguns Vips. Então, fique ligado, hein?! A semana de música se encerra no dia 28/06 com apresentação do DJ Steve Angello.

preparativos Isle of Malta 2012

Os preparativos Isle of Malta 2012

A minha experiência no Isle MTV 2011 e algumas dicas

Ano passado eu e meus amigos estávamos lá, e os show foram de Snop Dog, LMFAO, Far East Movement e Parade. Confesso que eu só conhecia os dois primeiros e nem era mega fã, mas foi muito bacana, pela energia e diversão de estar com meus amigos. Com eles tudo era festa e se tornava uma experiência incrível. Mas apesar de ter me divertido horrores, obviamente, eu como crítica que sou e amante de festivais de música, tenho algumas considerações a fazer e dicas para te dar.

Isle of MTV, Malta 2011 – Olha a bandeira do Brasil do lado esquerdo do palco. Mas não era eu e meus amigos. Fotos: Mario Galea, Rene Rossignaud e Therese Debono.

Chegue cedo: Quanto mais cedo você chegar, melhor, por dois motivos. Como em qualquer outro show, chegar cedo significa conseguir um lugar mais próximo do palco. O segundo motivo é por conta do trânsito terrível. Saia o mais cedo que puder. Para conseguir chegar é um caos. Eu e meus amigos saímos super cedo e mesmo assim pegamos trânsito. O show será das 18h às 23h30.

Alugue um ônibus: No meu caso, o pessoal da minha escola contratou um ônibus para nos levar e nos buscar. Foi perfeito. Não tivemos que nos preocupar com o caos para conseguir entrar no transporte público. Veja na sua escola se eles não possuem essa opção. De qualquer maneira, a Arriva vai disponibilizar linhas especificas para o evento por €2.50 que podem ser comprados antecipadamente nas bilheterias da companhia. Confira aqui. Fique atento ao horário de retorno. O transporte público irá operar apenas até às 01h. No caso de ônibus alugado, fique atento também ao ponto de encontro.

Roupa: É festival de música, mas não é em um gramado. O chão é de cimento. Mas também a probabilidade de chover é nula. D qualquer forma, se eu fosse você, esqueceria o salto alto, a roupa da balada e optaria por um modelito mais confortável, pois você vai andar um monte.

Cuidado: com câmeras, celulares, carteiras, bolsas… Mas Malta não é um país seguro? Sim é, você não vai ser assaltado e sequestrado como aqui no Brasil, mas pequenos furtos em balada e em eventos como esse podem acontecer. Pessoas distraídas e bêbados são alvo fácil dos ladrões que ficam de olho só aguardando a hora de agir.

Serão dois postos de emergência, um em frente à igreja e outro do lado direito do palco.

Infra-estrutura: como o evento é aberto público e não tem restrições, o ideal é você levar sua própria bebida e comida, assim evita ao máximo atravessar o mar de gente, pagar mais caro e pegar filas para conseguir uma bebida. Nessa hora, você vai pensar: os vendedores ambulantes fazem uma falta. Uns amigos meus levaram um isopor com gelo, energético e vodka. Foi perfeito. Mas na minha opinião, o maior problema do evento é a falta de banheiros químicos suficiente para atender a quantidade de pessoas. Eu desisti de tomar cerveja, caso contrário iria ouvir o show da fila do banheiro. Além de quase não ter banheiro, os poucos que tem ficam longe e escondidos.

Bom, mas em grandes eventos e ainda por cima gratuitos estamos sujeitos a tudo, né?! O que não pode é deixar os pequenos detalhes estragarem o seu humor. Por isso, não esqueça o seu bom senso nem o seu bom humor em casa. Espero que você se divirta tanto quanto eu! 😉

isle of mtv malta 2011

Eu e meus amigos da escola no Isle of MTV. Destaque para minhas queridas amigas coreanas segurando a bandeira do Brasil comigo.

Conheça as vencedoras do concurso fotográfico do DOI

No início do ano, o Departamento de Informação de Malta realizou dois concursos de fotografia, um profissional e outro amador, com o tema “Impressões da ilha de Malta”. Os inscritos deviam soltar a imaginação, mostrando o folclore, culinária, artes, recursos naturais, patrimônios histórico ou o que quisessem. Para definir os ganhadores, os jurados julgaram aspectos artísticos como originalidade, perspectiva, composição, dentre outros. No concurso profissional, também foi levado em considerada a parte técnica como foco, luz, exposição, etc. E no amador, as fotos foram submetidas ao voto do público. O concurso premiou os três primeiros lugares tanto do profissional quanto do amador, os prêmios foram em dinheiro que somados totalizaram € 11.500,00.

Conheça abaixo as belíssimas fotos dos ganhadores. Difícil escolher a minha preferida delas, viu?! Todas elas são lindas e mostram muito bem o espírito maltês… da melhor idade. Hehehe Mas acho muito bacana essa valorização daqueles que ajudaram a construir a história de Malta. E ao que parece o DOI está planejando uma exposição com outras fotos. Vamos aguardar. Espero ter acesso a isso. 🙂

Concurso Professional
1° “Times Gone By” – Jonathan Borg

2° “At Ta’ Kurun Bar” – Christopher Azzopardi

3° “Good Friday Devotion” – Ted Attard

Concurso Amador

1° “One Fine Morning”– Joseph Zammit

2° “Maltese Baker” – Josef Bonnici

3° “Is-Sajjied” – Tonio Pace

Seja um herói, salve vidas, doe sangue

Pra quem não sabe eu já tive um blog chamado Dia De, Todo dia é dia de alguma coisa. Acho que já deu para notar como eu gosto desses dias comemorativos, né?! hehehe É verdade que alguns são bem absurdos e desnecessários, mas pelo menos nos rendem algumas risadas. E rir faz bem á sua saúde, então… hehehehe Já outros são de extrema importância para servir de alerta e conscientização das pessoas sobre algum tema, por exemplo, a doação de sangue. Você sabia que hoje é o Dia Mundial do Doador de Sangue?

campanha hero Dia Mundial do Doador de Sangue

“Todo doador de sangue é um herói” é a campanha desse ano, criada pela Organização Mundial de Saúde para celebrar o Dia Mundial do Doador de Sangue. E você é um herói?

E veja que coisa triste, em Malta, um dos países mais caridosos do mundo, mais de 300 mil pessoas estão aptas para doar sangue, mas apenas 5% dessas pessoas o fazem. Felizmente, Malta não possui grandes problemas de falta de sangue, porém eles trabalham diariamente no limite. Ou seja, as doações estão suprindo a necessidade, mas se por acaso acontecer algum imprevisto, uma emergência, isso pode se tornar um grande problema e custar a vida de alguém. Afinal para um doente que precisa de transfusão, um dia pode fazer toda a diferença.

Para você ter uma ideia, cerca de 50 a 60 unidades são necessárias em Malta por dia. Existem pacientes com problemas renais, por exemplo, que precisam de sangue diariamente. Um ou dois acidentes graves na ilha, já é suficiente para acabar com o estoque de sangue. Sabe quantos acidentes graves acontecem por ano em Malta? 300. Ou seja, está mais do que na hora dos malteses aumentarem suas contribuições, certo?!

poster blood count Malta

Adorei esse poster de divulgação de uma campanha de Doação de Sangue em Malta. Duas crianças discutindo qual foi o pai que doou sangue mais vezes? hehehe Que maravilhoso seria se existem discussões assim, né?! =)

E você, o que pode fazer para ajudar? A primeira pergunta é, onde você está? Se for no Brasil, corre pra doar, pois os dados por aqui são alarmantes. Dá uma olhada aqui. Onde você pode doar? No site da Fundação Pro-sangue você tem uma lista de locais de coleta no Brasil todo. Mas se você está em Malta, bom aí a história muda um pouco de figura.

Segundo o Ministério da Saúde de Malta, são aceitos doadores em Malta, mas é necessário ter um ID maltês terminados em P ou A ( R.G.) e estar residindo por lá há mais de 6 meses. Como sei que existem alguns brasileiros expatriados ou com dupla cidadania em Malta, imagino que isso vale para vocês. Mas de qualquer maneira, é sempre bom ligar antes e se informar, ok?!

E onde você poder doar em Malta?

National Blood Transfusion Service: St. Luke’s Square, G’Mangia. Das 8h às 18h, incluindo domingos e feriados. Tel.: 2206-6201 Cel.: 7930-7307 e Fax: 2206-6216.

Gozo General Hospital, Blood Donation Department: Triq L Arcisqof Pietru Pace, Victoria, Gozo. De segunda a sexta das 8h às 11h30, aos sábados das 8h às 11h. A cada 4 ou 5 semanas, eles abrem aos Domingos.

Existe também uma unidade móvel que circula pela ilha, confira a agenda deles e outras informações acesse o site do Serviço Nacional de Transfusão de Sangue.

Lembrando que homens podem doar sangue a cada 3 meses e mulheres a cada quatro meses.

Casos reais que nos incentivam a salvar vidas

Na matéria Life Blood a revista Infocus Pink (março de 2011), a jornalista Helen Raine nos mostra como tudo isso funciona, através de emocionantes depoimentos reais. O primeiro participante dessa matéria é o doador, Joe Baldacchino que já doou sangue mais de 100 vezes. Segundo o doador, ele sempre quis ajudar as pessoas necessitadas, mas não tem dinheiro para isso. Então, ele ajuda doando sangue. Ele conta como é fácil doar e prazeroso saber que ajudou alguém fazendo algo tão simples. E ainda chama o momento carinhosamente de “os cinco minutos felizes”.

Outro entrevistado da matéria é um funcionário do Banco de Sangue de Malta, Tony Micallef que conta um pouco sobre o seu trabalho diário de recrutar novos doadores e manter os antigos. A meta de Micallef é conseguir 50 novos doadores por semana. Além de contar um pouco da atual situação do banco de sangues, ele conta que em casos de emergência, ele fazem campanhas e os doadores malteses respondem o mais rápido possível. Mas o ideal é evitar esse tipo de avisos urgentes e ter o máximo de doadores regulares. E ele também afirma o quanto é maravilhoso ser um doador e diz que geralmente, pessoas mais velhas que doam pela primeira vez, costumam dizer que deveriam ter feito isso antes.

menino maltes com leucemia

Outro depoimento emocionante é do pequeno Neal e sua mãe Fiona Borg Halford. Quando Neal tinha 3 anos a família descobriu que ele tinha leucemia. Desde então, Neal passou a fazer quimioterapia e precisar de muitas transfusões de sangue. Na matéria que é do ano passado, Neal estava com 6 anos e seu tratamento programado para finalizar em 4 meses. A mãe do menino é muito grata a todos os doadores de sangue e diz que os considera anjos enviados do céu. Pois se não existissem doadores, não haveria sangue disponível e o Neal provavelmente não estaria vivo. Ela ainda acrescenta que as pessoas não devem ser pressionadas para doar, esta é uma contribuição altruísta e muito valiosa. E finaliza dizendo: ninguém sabe se um dia vai precisar disso ou não, por isso seja generoso e por que não dar esperanças para aqueles que precisam?

Uma prova desse depoimento de Fiona é a história de Sam Camellieri também contada na matéria. Há 5 anos atrás, ele doou sangue para ajudar uma criança que estava com leucemeia, mas nem passou pela sua cabeça que um dia passaria pela mesma situação. Em 2010, seu filho foi diagnosticado com um tipo raro de leucemia e precisa de muita transfusão de sangue. Hoje ele está colhendo a generosidade que um dia plantou.

Por isso, gente, bora plantar mais sementes de amor e generosidade por aí? Tem medo de agulha, fecha os olhos e pensa em quantas pessoas estão precisando da sua ajuda e que a sua coragem pode salvar uma vida, tenho certeza que você não vai nem perceber a picada. 😉

Foto do dia: Intervenção urbana inspirada no Għanafest

Intervenção Urbana em Malta

Foto: <a title="Ghanafest Malta” href=”https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150930772374381.443719.321831464380&type=3&#8243; target=”_blank”>Fan Page do Għanafest

Eu amei essa intervenção urbana que o alunos do Malta College of Art, Science and Technology (MCAST) fizeram essa semana na praça St. Anne em Sliema. Intitulada “Għeruq” (Raízes em maltês), a intervenção foi inspirada no Għanafest deste ano, que acontece de hoje até 10/06 no Argotti Gardens em Floriana.

O festival de música folclórica traz, além de apresentações de músicas típicas de Malta, bandas da Espanha, Grécia e Marrocos. E foi inspirado nas cores e formas, tradições culinárias, folclore e música de todos os países participantes que os alunos montaram esses violões que estão colorindo a praça St. Anne.
Se você, assim como eu, não vai poder conferir esse evento, mas ficou interessado em conhecer a música típica desses países, confira um pouco mais no site do evento Malta Folk Music Festival.

Jogador brasileiro é destaque em premiação de futebol em Malta

prêmio Replay Gala Night 2012 Futebol Malta

O troféu em formato de chuteira é muito amor, né?! (Foto: Valletta FC)

Que o Brasil é o maior exportador de jogadores de futebol para o mundo isso não é novidade nenhuma. Mas que Malta é um dos países escolhidos por alguns dos nossos craques, eu tenho certeza que você não sabia. Pois é, existem diversos jogadores por lá, espalhados pelas diversas divisões do futebol maltês. Eu mesma fiz amizade com alguns deles e ficava muito feliz ao ver o quanto os malteses valorizam os nossos jogadores.

Uma prova disso, foi o show de bola que os nossos representantes futebolísticos deram essa semana na premiação que já está em sua 5º edição do Replay Gala Night 2012 e é patrocinada pela joalheria The Gram Collections.

O maior destaque da noite foi o jogador William Barbosa do time Valletta F.C. que é da categoria mais alta do futebol maltês, a nossa primeira divisão lá é chamada de BOV Premier League. Barbosa, que joga no time desde junho de 2011 e acabou de renovar o contrato por mais um ano, faturou quatro prêmios: Melhor Jogador, Melhor Jogador Estrangeiro, Melhor Meio-campista e o Best XI da BOV Premier League.

jogador brasileiro william_barbosa em Malta

William Barbosa (Foto: Divulgação Valletta FC)

Outro brasileiro que fez bonito, foi o Denni Rocha Dos Santos. O jogador que defende a camisa do Valletta F.C. desde 2010 e tem contrato de assinado por 4 anos, foi mais um a levar o prêmio Best XI da BOV Premier League.

O Valletta F.C. ainda conquistou muitos outros títulos na noite, dentre eles o de Melhor Website. hehehe Sabe Deus por que tem um prêmio desses numa premiação de futebol, né?!

Aproveite que amanhã é dia de museu grátis em Malta

E amanhã tem entrada gratuita em quatro museus do Heritage Malta por conta do feriado Sette Giugno. São eles: National Museum of Fine Arts em Valletta, National Museum of Natural History em Mdina, o Malta Maritime Museum e o Inquisitor’s Palace em Vittoriosa e o National Museum of Fine Arts em Valletta.

Os museus terão algumas atividades extras por conta do feriado e estarão abertos das 9h às 17h. Mas fique atento, pois a última entrada permitida será às 16h30.

O Heritage Malta é a agência nacional responsável pela conservação do patrimônio cultural de Malta. E além da entrada gratuita nos museus, o Heritage dará 50% de desconto na entrada do mega concorrido Hypogeum e imperdível sítio neolítico.

Great Siege of Malta in 1565, Giuseppe Cali, Museu Nacional de Belas Artes em Malta

Pintura do pintor maltês Giuseppe Cali que faz parte do acervo do Museu Nacional de Belas Artes e mostra “O Grande Cerco de 1565”.

National Museum of Fine Arts

A coleção do Museu Nacional de Belas Artes em Malta vai do Renascimento até os tempos modernos. Por lá você vai conferir o barroco italiano de Mattia Preti (1613-1699) e outras pinturas de “caravaggistas” como Mattias Stomer (1600-1650), Jean Valentin de Boulogne (1601-1632) e Guido Reni (1575-1642). Tem também belíssimas obras dos expoentes da pintura maltesa, Giorgio Pullicino (1779-1851), Giovanni Schranz (1794-1882), Girolamo e Gianni (1837-1895) e o romântico Giuseppe Cali (1830-1915).

Museu da história Natural em Malta

Museu Nacional de História Natural Foto: Divulgação

National Museum of Natural History

O Museu Nacional de História Natural abriga algumas coleções historicamente importantes. São mais de 10.000 rochas e minerais, mais de 3.500 aves, ovos e ninhos, 200 mamíferos, mais de 200 espécies de peixes, milhares de conchas e insetos locais e exóticos. A coleção de fósseis também é notável, pois contém um grande número de peixes e muitas espécies de ouriços do mar e outras espécies da fauna marinha encontradas em rochas calcárias.

malta-maritime-museum

Museu Marítimo de Malta Foto: Divulgação

Malta Maritime Museum

A história marítima de Malta nesse museu é contada através de réplicas de navios, pinturas, cartas e instrumentos náuticos. Tem até máquina movida a vapor que foi construída em 1951 pelos irmãos Ferguson de Port Glasgow. É um ótimo passeio para quem quer saber mais sobre Malta como base naval, engenharia marinha, navegação antiga, tradicionais barcos mateses, etc.

Câmara de tortura museu Inquisitor's Palace

Câmara de tortura do Palácio do Inquisidor. Foto: Divulgação

Inquisitor’s Palace

O Palácio do Inquisidor foi construído em 1530 como um tribunal civil da Ordem de São João, logo que os cavaleiros chegaram em Malta. Por lá, além de visitar ambientes como a sala de tortura e as prisões, também vai descobrir um pouco do impacto da Inquisição sobre a sociedade maltesa. O palácio que antes fora cenário de tristes momentos da história maltesa, hoje abriga o Museu da Etnografia que estuda as populares devoções e valores religiosos presentes nos malteses até os dias de hoje.

Como chegar nos museus?

Dá uma olhada nesse mapa que eu criei com a localização e telefone de cada um dos museus acima. Basta você clicar na imagem abaixo que ele te leva para o mapa original, ok?!

mapa museus Malta


Eurovision Song Contest Baku 2012

Essa semana foi agitada e emocionante para Malta por conta do cantor Kurt Calleja que representou brilhantemente o país no Eurovision Song Contest. Com a música “This is The Night”  e performance animadíssima o cantor conquistou os jurados e conseguiu chegar à final que aconteceu ontem em Baku, no  Azerbaijão. Infelizmente, ontem na foi a noite do maltês e quem levou a disputa foi a sueca Loreen com a música Euphoria.

Esta não foi a primeira vez que Malta participou do Eurovision. Em 56 anos de história do festival, Malta já participou 25 vezes, mas não ganhou nenhuma. A primeira participação da ilha no Eurovision foi em 1971 na edição realizada em Dublin e teve como representante o cantor Joe Grech com a música Marija L-maltija.

Pra quem não se lembra, eu já falei sobre Calleja uma outra vez aqui no blog no post Aprenda a cantar o hino do carnaval maltês.