Foto do dia: Love locks eternizando histórias de amor em Malta

love locks Malta

E o clima de amor continua no ar aqui no blog. Já em Malta, ele está sempre assim, no ar, no mar, a cada esquina e charmosa ruela daquele país. E agora até na na ponte Tigné Point em Sliema. Aliás, estava mais do que na hora de Malta ter a sua ponte com os famosos “cadeados do amor”.  Famosos, pois para que não sabe essa é a nova febre dos pontos turísticos românticos do mundo. E Malta não podia ficar de fora, né?! A foto tirada pela fotógrafa brasileira Danielle Cassar, que vive em Malta, mostra alguns cadeados que já foram pendurados . E pelo o que Cassar notou, o cadeado mais antigo é de novembro de 2011.

Ninguém sabe ao certo onde e como começou esse novo ritual dos apaixonados, mas tudo leva a crer que o responsável por tudo isso é o escritor italiano Federico Moccia. No livro “Sou Louco por você”, que depois virou o filme “Ho Voglia di Te”, o casal Step e Gin sela o amor na Ponte Mílvia, escreve seus nomes num cadeado e prende-o num charmoso poste de luz que tem naquela ponte construída em 206 a.C. Em seguida, o casal se beija e Step joga a chave nas águas do Rio Tibre, para assegurar que este amor ficasse “trancado”para sempre.

Se não foi com esta história que tudo começou, tenho certeza que foi por causa dela que se propagou e ganhou força. E com isso em dezembro de 2011, o governo romano  pediu a retirada dos cadeados que foram colocados lá e proibiu que os casais continuem com o tal ritual, alegando que o peso do metal poderia prejudicar a estrutura da ponte. Uma pena. Só espero que os pombinhos respeitem essa decisão e procurem outras pontes para fazer suas juras de amor. ❤

Anúncios

Foto do dia: Intervenção urbana inspirada no Għanafest

Intervenção Urbana em Malta

Foto: <a title="Ghanafest Malta” href=”https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150930772374381.443719.321831464380&type=3&#8243; target=”_blank”>Fan Page do Għanafest

Eu amei essa intervenção urbana que o alunos do Malta College of Art, Science and Technology (MCAST) fizeram essa semana na praça St. Anne em Sliema. Intitulada “Għeruq” (Raízes em maltês), a intervenção foi inspirada no Għanafest deste ano, que acontece de hoje até 10/06 no Argotti Gardens em Floriana.

O festival de música folclórica traz, além de apresentações de músicas típicas de Malta, bandas da Espanha, Grécia e Marrocos. E foi inspirado nas cores e formas, tradições culinárias, folclore e música de todos os países participantes que os alunos montaram esses violões que estão colorindo a praça St. Anne.
Se você, assim como eu, não vai poder conferir esse evento, mas ficou interessado em conhecer a música típica desses países, confira um pouco mais no site do evento Malta Folk Music Festival.