E lá se foi a primavera…

campos floridos em Malta

E chegou a hora de dizer tchau àquelas que tornam as paisagens mais belas e nos trazem alegria. Àquelas que colorem e perfumam os campos malteses: as flores. Ontem foi o último dia da primavera no hemisfério norte e daqui a pouco quando o sol nascer em Malta, ele trará o verão. Além desses campos de flores amarelas que você já viu por aqui, também tem outras espécies lindas de flores em Malta. Aqui no Brasil temos muitas árvores pelas ruas, até mesmo em São Paulo, a nossa selva de pedra. Mas em Malta eles não tem muitas árvores pelas ruas e eu sentia muita falta desse verde nas minhas caminhadas. Você pode imaginar, o quanto é terrível sair na rua durante o verão, pois sem árvores, nada de sombras. Em compensação que delícia que é caminhar e ver os campos floridos da primavera. Ir à praia e poder contemplar campos que mais parecem um pintura impressionista. Essa é a minha estação preferida. E ano passado eu tive o privilégio de vivência-la duas vezes, uma em Malta e outra no Brasil. =)

campos floridos em Malta

campos floridos em Malta

Me perguntas por que compro arroz e flores? Compro arroz para viver e flores para ter algo pelo que viver.

Confúcio

campos floridos em Malta

campos floridos em Malta

campos floridos em Malta

Maltese Rock Centaury

Esta linda flor, chamada de Maltese Rock Centaury (Paleocyanus crasifoleus) é uma planta endêmica que cresce perto da costa e das falésias. Por serem encontradas apenas em Malta foram adotadas como a flor nacional de Malta no início de 1970. Foto: Leslie Vella

Anúncios

Dia dos Pais em Malta

Logo que vi esse bolo, achei muito fofo. Ele foi feito pela boleira maltesa Charmaine Magro da Cakes by Xar em homenagem ao Dia dos Pais que é celebrado hoje em Malta.  Se o recheio é bom, eu não sei, mas que está super bem decorado, está. Com os dizeres “Nosso pai, nosso herói”, o bolo traz a família reunida. O boneco do centro representando o pai e os demais ao que parece são os filhos, no corpo de cada um tem uma inicial de uma letra, que eu imagino deve ser a inicial do nome de cada um.

Para os brasileiros que estão em Malta e não tem o pai por perto para celebrar, o dia de hoje é uma ótima oportunidade para almoçar ou jantar fora e aproveitar as ofertas do dia. Dá uma olhada nesse link http://www.fathersdaymalta.com/

Um beijo para todos os papais dedicados, amorosos e heróis, sejam eles malteses ou não. Ah! Claro e um especial para o meu paizão que amo tanto. ❤

A linda história de amor à distância de um casal que se conheceu em Malta

Uma das coisas que mais ouvi quando contei para meus amigos que estava de malas prontas para fazer um intercâmbio foi: “Você vai encontrar um amor e ficar por lá”. (No meu caso,os sensitivos de plantão erraram e feio. =( O meu conto de fadas não teve um final feliz.) Mas não pense que isso tinha a ver com premonição, não! O que os meus amigos diziam tinha fundamento, afinal quantas histórias de amor você conhece que assim começaram? Tudo isso acontece, porque estar longe de casa nos deixa mais sensíveis e abertos para vivenciarmos um turbilhão de emoções. Parece que estamos mais preparados e fica mais fácil do amor nos fisgar.

A sensação que tive é que em Malta tudo conspira ainda mais a favor do amor. Por isso que eu sempre falo por aqui que Malta respira amor e inspira os apaixonados. Com suas belas paisagens, mar calmo, ruas estreitas e charmosas, Malta se torna um cenário perfeito para amores dignos de cinema.

Uma prova disso é a história da brasileira Yasmin Monteiro de 21 anos que morou em Malta entre março e junho de 2011. Logo em seu primeiro mês em Malta, aquele que parecia ser mais um dia comum de aula para Yasmin, se transformou no dia que ela conheceu Michele. O italiano de 23 anos estava em seu primeiro dia de aula, passou por Yasmin e o interesse de ambos foi imediato. Graças a amigos em comum, naquela mesma noite, o futuro casal foi apresentado em uma festa de boas vindas aos novos alunos da escola. O tímido italiano não perdeu tempo, rapidamente conquistou o coração da brasileira. Depois de 1 semana e meia de amor, Michele foi embora para Itália, mas prometeu voltar em breve. E cumpriu com sua palavra, uma semana depois lá estava ele voando de volta ao paraíso. Galanteador como todo italiano que se preze, Michele surpreendeu sua amada em seu retorno. Yasmin que não sabia de nada, levou um baita susto quando o italiano apareceu na piscina da escola. Eita, susto bom esse, hein?!

gozo, Malta

Yasmin e Michele apreciam as belezas da ilha de Gozo em Malta.

Depois disso, foram mais dois meses juntos em Malta, algumas semanas na Itália e Yasmin teve que voltar para o Brasil. Mas engana-se quem pensa que esse amor parou por aí. O namoro continua a todo vapor e com muitas idas e vindas, mas de aviões. E já completaram um ano e dois meses juntos. Ela já foi visitá-lo na Itália duas vezes. Ele também já veio duas vezes ao Brasil e está planejando uma terceira visita para julho. O segredo para esse relacionamento à distância dar certo? Segundo Yasmin, paciência, confiança e muito amor. ❤

É delicioso ver histórias de amor que sobrevivem à distância. Por isso fica aqui a minha homenagem a todos os casais apaixonados que, assim como a Yasmin e o Michele, lutam de todas as maneiras possíveis para manter o amor vivo!

Obs.: Por incrível que pareça, eu e Yasmin moramos em Malta na mesma época, temos vários amigos em comum e não nos conhecemos lá. Só viemos a ter contato, por conta de um grupo de Malta que participamos e aí ela me sugeriu fazer posts sobre as inúmeras histórias de amor que por lá acontecem. Nem preciso dizer, que eu adorei a ideia e sugeri começarmos por esta linda história que acabei de contar por aqui. E se você também viveu um lindo amor em Malta e quiser abrir seu coração para nós, mande sua história para o e-mail: borapramalta@gmail.com Vou adorar contar por aqui. =) Feliz restinho de Dia dos Namorados!

Foto do dia: Rainha Elizabeth nos tempos que viveu em Malta

Em homenagem às comemorações dos 60 anos de reinado da Rainha Elizabeth II, a foto de hoje é dos tempos que ela ainda era uma princesa. A foto é de 1949 e mostra Elizabeth e seu marido, Philip, na Villa Guardamangia, em Malta. Elizabeth morou na ilha entre 1949 e 1951, para acompanhar o duque de Edimburgo que estava servindo à Marinha. Com certeza, este é o motivo da rainha ter um carinho muito especial pela ilha. Procurei a foto da casa que a rainha viveu, mas pelo o que descobri no Times of Malta, a casa que fica em Pietà está às ruínas. Um primeiro artigo  mostra a reclamação de um morador da cidade e um apelo do jornalista para que auxiliassem na reforma da casa, pois faz parte da história do país. Mas num segundo artigo, o prefeito de Pietà concorda que a casa tem um grande valor histórico, mas explica que o governo não pode fazer nada, uma vez que se trata de uma propriedade privada. =(

Também encontrei o vídeo desse momento da foto, dá uma olhada aqui.

Foto do dia: Tinha um varal no meio do caminho

varal na calçada em malta

Um dia passeando por Malta encontrei esse varal. Assim no meio da calçada. Não aguentei e tive que brincar. =P Até na época, postei no meu perfil pessoal do Facebook, dizendo pros meus amigos que aproveitei o sol para lavar umas roupas. Como se aí fosse minha verdadeira casa.. hehehehehehe

Roupas penduras para fora da janela é até que comum por lá e em outros países da Europa por conta da falta de espaço nas moradias. Mas assim, na rua ao alcance de qualquer um, eu nunca tinha visto e achei muito curioso. E corajoso também. hehehe Afinal, apesar de Malta ser um país bem tranquilo, gente sem noção existe no mundo inteiro, né?

E aí, me conta, você deixaria suas roupas sozinhas ali secando ou faria plantão do lado até secar para evitar que algum vizinho invejoso ou sacana se aproveitasse da situação, hein?! =/

Foto do dia: em Malta até cavalo nada

cavalo nadando no mar em Malta

Hoje ao longo do dia tive dois momentos que me fizeram lembrar os meus tempos de amazona. Ahhhh Como eu amava cavalgar. Me bateu uma saudade enorme. Aí quando fui procurar uma foto para postar aqui, dei de cara com essa foto maravilhosa do fotógrafo Kurt Arrigo e não tive dúvida.

Coincidência ou não, já faz tempo que queria postar uma foto contando essa curiosidade por aqui. Mesmo já tendo sido amazona, nunca tinha visto cavalo nadando. hehehehe Muitas vezes vi essa cena em Malta e achava muito bacana. Pensava: pobrezinhos devem estar sofrendo com o calorão. Nada mais que justo darem um mergulho, né?!

Sempre que via essa cena, estava dentro do ônibus e não conseguia fotografar. Mas com certeza eu nunca teria conseguido uma tão linda e poética fotografia daquele momento quanto é essa. vale a pena dar uma espiada no álbum todo postado pelo fotógrafo lá na fan page do estúdio dele.

Foto do dia: Viva a diversidade cultural

Dia Internacional da Diversidade Cultural 2012

Em 2001 a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) escolheu o dia 21/05 como Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento. Comemorado em mais de 100 países, acredito que esse dia tem tudo a ver com esse blog e por isso decidi falar sobre isso na foto do dia.

Morar fora para estudar é muito mais do que aprender um novo idioma ou profissão, é aprender a lidar com as diferenças culturais, com pessoas de outros países, outras raças, mas que também tem um coração e são seres humanos como nós. Irmãos de jornada nesse planeta azul. É perceber que não somos melhores ou piores que ninguém. É aprender a rever os nossos valores e nos questionar sobre o que queremos e o que estamos fazendo das nossas vidas. É perceber que somos todos imperfeitos e devemos aprender com as diferenças.

É ouvir um líbio que ganhou uma bolsa para estudar numa universidade em Malta, dizer que vai largar tudo e voltar a seu país para lutar com seu povo contra o governo ditador (Você largaria um sonho individual por um coletivo? Você faria isso pelo seu país, pelo seu povo?). É ver muçulmanos fazendo o Ramadã (período de jejum do nascer ao pôr do sol durante um mês), num ritual de fé, caridade e fraternidade (O que te inspira? No que você acredita e tem fé?).

É descobrir outras culturas. É abrir a mente. É entender o que move essas culturas. É ouvir e respeitar o ponto de vista do outro. É aprender a amar o próximo sob todas as coisas, por isso escolhi essa foto. Um dia na sala de aula decidimos escrever em nossas língua-mãe “Eu te amo”. E aí está em espanhol, maltês, coreano e inglês. ❤

Foto do dia: Carpe Diem

Carpe Diem Westin Dragonara Resort

Essa foto diz tudo sobre como deve ser um intercâmbio.  A expressão em latim, que foi retirada de um livro de Horácio, significa “Aproveite o dia” e marcou a minha adolescência por conta desta memorável cena do Professor Keating (Robin Willians) no filme Sociedade dos Poetas Mortos. Posso te garantir que a minha experiência  em Malta foi assim, aproveitei cada minuto, sem medo e tornei minha vida extraordinária. E você? Bora pra Malta?

“Pegue seus botões de rosa enquanto pode” 😉

Obs.: Essa foto foi tirada dentro do Westin Dragonara Resort em St. Julian’s Malta

Foto do Dia: romântico passeio de Dghajsa

passeio de gôndola em Malta St. Julians

Tem coisa mais romântica do que um passeio de gôndola? ❤ Esse passeio é feito num barco maltês chamado Dghajsa, similar às gôndolas venezianas. O passeio é feito ao redor da costa de St. Julians.

Foto do dia: O símbolo da boa sorte maltesa

20120516-001639.jpg

Mais um típico souvenir maltês, esses olhos fazem parte da história de Malta. O Good Luck Eyes (Olhos da Boa Sorte) ou Eye of Osiris (Olhos de Osiris, o Deus Egípcio), foram levados para Malta pelos fenícios. Acredita-se que eles tem o poder de afastar os maus espíritos e por isso se tornaram um simbolo de proteção e boa sorte muito utilizado pelos pescadores da ilha. Basta caminhar por qualquer orla com um olhar mais atento sobre os típicos barcos de pescadores malteses, chamados de luzzu, e você vai ver, tem sempre um olho desse.